sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Eu só sei amar assim..


Eu não sei ser menor do que meu tudo..
Pra te aquecer, eu não conseguiria te negar o sol..
Não me interessa ser a lança, porque nasci escudo..
Quando conspiro, me proponho agir em prol..

Eu não faria alguma obra que já fez um outro alguém..
Eu não diria o que milhões de poesias poderiam te falar..
Importa-me estar presente tanto aqui, como no aquém..
E nos meus braços te amparo, se o teu passo tropeçar..

A minha oferta de amor suplanta as posses do impossível..
As águas que eu ofereço são mais profundas que a tua avidez..
A luz que irradio sobre tudo que te digo é imperecível..
E expõe as alamedas do meu querer, todas de uma vez..

Eu te amo sem previsão de um acaso vaticinado..
Eu pinto o azul do céu sem me conter e sem economia..
Na peleja eu sou espada, na desilusão cristal quebrado..
Sou o céu estrelado, o mar agitado e a rua vazia..

Alguns amores são sementes, mas o meu é um miríade
Incide sobre ele a coalização entre o eterno e o jamais..
Não sei amar com um amor ator, que sobre um palco se decide..
Só sei amar se viajando numa estrada que não me traga nunca mais..


quinta-feira, 11 de setembro de 2014

De volta por aqui...


Até porque ando cheia de motivos.. com a cabeça a mil precisando urgentemente depositar as boas idéias em algum lugar antes que as perca.. e por que não por aqui, né?

Vamos que vamos, de pouco em pouco retomando a vida de alimentar este cantinho depois de quase 2 anos de ausência. rs

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Minha Deusa..

Uma coisinha boba que eu fiz há algum tempinho para ela.. rs

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Perfeitas, até em suas imperfeições..

Tempos atrás abri meu olhos e uma delas foi a cena debutante..
Naquele instante o destino já me separava para o seu louvor..
Das que já tive muito ficou, como um perfume requintado e marcante..
Tal como o cálice inebriante que lega um vício ao seu sabor..

Tantas as peles, todas macias, multicoloridas e perfumadas..
Frases deflagradas a lançar por terra suas muralhas de desconfiança..
Dando-me a chance de voltar a ser criança, perdoando-me as falhas..
Valorizando mesmo as migalhas em seus olhares de esperança..

Longos cabelos, lábios diversos, semelhantes sintomas..
Ainda que apartadas por sotaques, todas falaram de amor..
Deram-se felizes ao pleno ardor, suas paixões foram comas..
Antagônicas nas camas, confusas no senso e pudor..

Enquanto eu vivia, elas simplesmente flutuavam..
Queriam na proporção que negavam, seus temporais eram jardim..
Suas lágrimas de adeus gotejavam jasmim, assim que me deixavam..
Mesmo as comuns me encantavam - pois todas são assim..

* A elas, Ivana e Néia, o meu Obrigada por mais esse ano de vivência e aprendizados..

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Acróstico: Simone..


Sincronia perfeita entre o belo e o infinito 
Inefável criatura tamanha sua magnitude  
Mulher, amada, amante, anjo límpido  
Olhos! Não! Diamantes, lindos, eruditos
Nada se compara a sua plenitude         
Estrela radiante que ilumina minha noite,
Envolve-me nessa sua tão doce angelitude...
És tudo que necessito!!! 
(Néia Ferreira)

domingo, 31 de julho de 2011

Eu admito..

Não há razão alguma para fugir das evidências..
A confissão das aparências fala mais alto que a ilusão de lhes negar..
Basta-me te olhar e um brilho passa a demonstrar a minha preferência..
E ao confirmar-se tua ausência pra que esse brilho decida se apagar..

Como seguir outra cadência, se os ritmos cardíacos dançam por ti?
Não há como diminuir essa vontade corrosiva que te busca..
A febre que chamusca indica o mal que pro meu bem adoeci..
E a tua imagem que não sei fazer sumir, nunca esmaece, jamais ofusca..

Se todas as flores que avisto eu fortemente almejo oferecer-te..
Se vivo nesse eterno flerte com íntimas situações fantasiadas..
Como manter amordaçadas as reinvindicações da sede?
Posto que nem preciso ver-te para seguir tuas passadas..

Melhor deixar de lado a covardia de um silêncio tão infrutuoso..
Tão óbvio sintoma amoroso já se mostrou meu porta-voz..
Quisera um dia a sós te declarar meu grito mais silencioso..
E obter meu efeito mais glorioso: deixar de ser apenas "eu" para ser "nós"..

Minha perfeição..


Olho o teu corpo adormecido sobre a cama..
Vejo versos refletidos no desenho e na emoção..
Vejo a mais intensa luz transbordar em perfeição que se derrama..
Sinto que a mais completa de todas as obras presenteou-me a visão..

Neruda não te escreveria, nem te alcançaria o versejar de Camões..
Da Vinci não te projetaria, nem Dumont imaginaria teu voar..
Tua forma escultural suplantaria Michelângelo nas inspirações..
A canção de teu sorrir, nem Sinatra poderia entoar..

A luz vista por Edison é obscura diante da tua..
As telas de Picasso são desenhos de um mero amador..
Os reparos de Pitanguy, jamais imitariam tuas curvas..
Comparados a ti, os versos de Drummond são letras de miúdo valor..

Essa tua arquitetura que a Niemeyer assustaria..
Essas tuas melodias que até Bethoveen ouviria..
O que nem a maiêutica socrática venceria..
O que nem as peças de Shakespeare encenaria..

Somente Deus, então, pode te entender..
A noite, o mar e as estrelas, são mistérios sobre-humanos..
Qual platéia encantada, em transe permaneço a te ver..
Ver o que nenhum talento produziria..
Minha novidade de cada dia!
Nos quais não me canso de dizer (mesmo que somente em pensamento)... Te Amo!!!

domingo, 15 de maio de 2011

Uma associação de tentações..


Milhares de propostas cabem facilmente em teu silencioso olhar..
E quando vejo-te no meu pensar, tua energia me arrebata..
Essa essência inexata, uma concretização abstrata, um dom de avassalar..
Que as leis da física consegue transpassar, que me revive quando me mata..

Mata-me de anseios e aos cântaros de desejos sugere o proibido..
E me sequestra ao cativeiro da libido, por uma estrada sugestiva..
Açoite açucarado que castiga o sonho provocado e por enquanto não vivido..
Proponho uma visita ao escondido, disfarce impiedoso que incentiva..

Por mais que nada diga, a clareza do sinal é vendaval devastador..
Que fala-me de amor por meio das ardências a fluir nas sensações..
Uma associação de tentações, um arsenal que estilhaça o pudor..
Que na geografia do calor, fixou morada nas incendiárias imaginações..

O bom desse mistério está na luz que brilha em meio ao obscuro..
E eu juro que vou cobrar de forma requintada tal dívida provocante..
Eu leio em teu semblante esse convite que aceito e não censuro..
Um dia surgirei meio ao teu quarto escuro e te amarei igual voraz amante..

terça-feira, 12 de abril de 2011

E se eu quiser agora?

Quero que abandones sem perguntas e por ques teus afazeres..
Esqueça todos os deveres e mande embora teus conceitos e valores..
Ignore os espinhos das flores, negando aos temores seus poderes..
Quero saber o que dirás quando me veres, quando tocar-te sem pudores..

Já posso assegurar que vou esfomeada, resoluta e destemida..
Que vou dizer ao teu ouvido impublicáveis sentenças e detalhes..
Que o céu virás girar ao te deitares, tão logo atue meu toque atrevido..
E em meio ao som de teu gemido, não pouparei tua enseada de meus mares..

Se eu for te amar nesse momento nem de pensar eu te darei a chance..
Igual relâmpago em relance, arrancarei todo empecilho que te cobre..
Até o tempo que se move dirá as horas que descanse..
Enquanto teu corpo dance na plenitude do prazer que te percorre..

Bate nervoso teu coração nesse momento, perante a deliciosa ameaça..
Porque o meu desejo não disfarça e onde fosses ele ali te seguiria..
Em toda parte minha fome te acharia, porque é fogo e não fumaça..
Quer rente ao mar ou numa praça, com intensidade eu te amaria..

sábado, 9 de abril de 2011

O momento certo somos nós quem fazemos..


Tudo começa assim..
Quero edificar meu lar.. Hoje eu trabalho pra isso (ainda não abro mão de uma sexta a noite com os amigos na Lapa, risadas, conversas, uma cerveja.. coisa essa por sinal que não faço há um tempinho, mas hoje não é a palavra >balada< que está em meus pensamentos)
Eu quero é construir minha casa e minha família, tendo como base o amor e a confiança..

Quero aquele alguém especial pra tomar água de coco comigo, olhando o pôr-do-sol e eu enchendo de carinho..
Quero sair correndo do trabalho só pra chegar mais cedo em casa e ganhar mais minutos ao lado dela..
Quero comprar aquele bombom que ela tanto adora, e ao presenteá-la ver aquele sorrisão tão gostoso de se ver..
Quero sentir meu coração acelerar ao vê-la, e ver seus olhinhos brilharem ao me ver..

Quero Ela.. ninguém diferente dela.. Deus se redobrou de cuidados ao criá-la.. a fez forte para ser um dos pilares do alicerce da nossa família e me ajudar a superar os momentos de crise, e em outros momentos frágil como uma flor para ser envolvida e acarinhada..

Quero filhos querendo que vá brincar junto, bem no momento que tento ler o jornal..
Quero sair correndo do trabalho após um telefonema da escola, porque um aprontou uma das suas artes (impossível não ser assim, são meus filhos né rsrs)..
Quero Páscoa, dia das mães, dia dos pais, dia das crianças..
Quero guardar aquela infinidade de desenhos, rabiscos, nomes, pinturas.. e ainda dizer que todos estão/são lindos..

Ahh não posso esquecer da casa.. quero casa, cansei de apartamento.. quero espaço para o cachorro, as crianças e eu brincarmos.. 
Quero a decoração que ela e eu escolhermos.. Ok ok, mais do jeito dela do que do meu, sou péssima pra essas coisas..
Quero uma parede com as marcas das nossas mãos pra todos os lados (será um dia de muita brincadeira e diversão)..
Quero ter o meu legado.. não de bens materiais, e sim de sorrisos e momentos felizes..

Quero as coisas mais simples desse mundo, e as mais difíceis..
A ordem em que isso tudo vai acontecer, é o que menos importa.. O importante é que vai acontecer!
"No momento certo com a pessoa certa.."

* E em resposta a você Fernanda, que tanto me perguntou hoje, o que ronda meus pensamentos.. tá aí sua resposta, é tudo isso aqui e mais um pouco.. E te esclarecendo: o que mais importa não é este ser o momento certo, pois o momento propício nós criamos, o mais importante e difícil é ser/achar a pessoa certa..

domingo, 3 de abril de 2011

Feliz Aniversário..


Um dia Deus achou por bem criar os universos..
E trouxe a luz seres diversos, além das mais inauditas sublimidades..
Ele criou o ímpeto das tempestades e os suaves leitos submersos..
Plantou o verde nos solos dispersos, criou o reino das noites e tardes..

Ele gerou os lírios do campo e os vestiu bem melhor que a Salomão..
A Sua Mão fundou o mar para banhar nossos fascínios..
Aos seres máximos e míninos, a cada um legou uma específica função..
Pra cada clima uma própria estação, pra cada vento opostos destinos..

A fim de que a fome não vingasse, Ele nos deu a suculência do fruto..
Para que sobre o dia não reinasse o luto, Ele criou sua majestade o Sol..
Até o canto do rouxinol é para Ele um louvor a Seu tributo..
Desde o incauto ao mais culto, a todos encerrou sob o mesmo lençol..

E porque Deus é perfeito igualmente perfeitas são Suas obras..
Não ficaram demandas e nem sobras, nada faltou e nem se prevê..
Um dia, porém Ele quis surpreender, suplantando Suas marcas gloriosas..
Fez nascer a mais linda das rosas - trouxe ao mundo você..

-----------------------------------------------------

* Pela passagem de teu aniversário deixo aqui o meu registro singelo de quem celebra a felicidade de conhecer um ser humano especial, uma mulher de atributos incontáveis e uma feição cuja beleza é um permanente brinde ao olhar que lhe contempla.. Felicidades e bençãos ímpares de Deus, a ti..